Orgulho de ser SBQ com Ricardo Alves Marujo

YD Comunicação - 08/01/2021

O cirurgião plástico Ricardo Alves Marujo trata pacientes queimados há 40 anos e sempre teve interesse na área de queimaduras. O médico é sócio fundador da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) e acha importante a força da entidade no setor. 

Marujo ressalta que o queimado é um paciente especial e o objetivo é dar qualidade de vida a ele. “No tratamento da queimadura sofre todo mundo: o paciente, o médico, a enfermagem, a família. Qualidade de vida que eu digo é conviver com as sequelas, tentar minimizar as sequelas através de cirurgias plásticas reparadoras, tentar introduzir esse paciente no meio social, no trabalho, na escola”, conta.

Para o cirurgião, o desafio é devolver a autoestima para o paciente. “Essa reintrodução é muito difícil. Existe todo aquele estigma de que o paciente queimado é um doente patológico. E não é. É um ser humano vivo, com a cabeça plena, com o corpo pleno, mas com marcas e sequelas”, destaca.

Ele conta que saber tratar uma queimadura é um diferencial na formação de cirurgia plástica. “Você tem um pouquinho mais de conhecimento do que os outros colegas que não tiveram essa oportunidade, essa dádiva de poder atender pacientes queimados”, comenta.   

Carreira Profissional – Marujo formou-se na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto e lembra que no ano em que começou a clinicar foi inaugurado um Centro de Queimados no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP).

Ricardo Marujo também fez residência médica e ocupou o cargo de chefia do setor de queimados do Hospital de Defeitos da Face por cinco anos. Em 1987, foi a Boston e atuo como fellow no Shriners Hospitals for Children, por seis meses.

Atualmente, o médico tem uma clínica de cirurgia plástica em São Paulo. Ele também é um dos responsáveis pela cirurgia plástica do Hospital Israelita Albert Einstein e conta que atende pacientes queimados no local. Ele também atua no Hospital Sírio-Libanês. 

Outras Notícias

Dois presidentes regionais da SBQ são eleitos conselheiros do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito)

Junho Laranja: crianças são as principais vítimas de queimaduras no Brasil

Escoteiros do Brasil aliam-se à SBQ em campanha de prevenção a queimaduras

CBQ 2024: Prorrogado prazo para submissão dos trabalhos

Parceria entre SBQ, Fepecs e Abracopel pretende monitorar dados de queimaduras no Brasil

Médico usou poema para fazer uma das primeiras campanhas de prevenção a queimaduras do Brasil

A cor laranja toma conta de prédios em Brasília, Minas e Nordeste

Junho Laranja: Uma década de campanhas educativas

Entidades se juntam à campanha Junho Laranja

Junho Laranja: programação conta com eventos presenciais e online

Protocolo da fisioterapia para atendimento inicial ao queimado adequado na UTI pode ser baixado gratuitamente

EU VENCI - “O fogo é rápido demais, quente demais e transformador.”

Prazo para envio de trabalhos científicos do XIV CBQ termina em 17 de junho

Presidente da SBQ dará palestra em reunião do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia

Enfermagem: conhecimento e empatia são essenciais na atuação junto a pacientes queimados

Gravidez e queimaduras – assunto gera dúvidas e insegurança

UTQ do Hospital da Ilha (MA) completa um ano

Aspectos relevantes da nutrição no paciente queimado será tema do SIG Queimaduras desta quarta-feira (8)

Álcool em gel: use com cuidado!

Live da SBQ vai lançar protocolo de fisioterapia para atendimento aos queimados