Fala, presidente! com Ariosto Santos (SBQ/ES)

- 26/05/2023

O cirurgião plástico Ariosto Santos é o convidado desta edição da coluna Fala, presidente!. O especialista, que trabalha no Vitoria Apart Hospital, em Vitória (ES), é chefe e coordenador do Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados da unidade. Neste bate-papo ele fala um pouco sobre os desafios e conquistas do paciente com queimaduras no estado.


No Espírito Santo, especialmente em Vitoria, existem, hoje, três CTQs, sendo um exclusivamente infantil, no Hospital Infantil Nossa Senhora da Gloria, e um para adultos no Hospital Jaime Santos Neves, ambos da rede pública. O serviço que chefia e coordena é no Vitoria Apart Hospital, com atendimento misto, para crianças e adultos e só para convênios e particulares.


Como iniciou o atendimento a pacientes queimados?

Em 1980, durante a minha residência em cirurgia geral, no CTQ do Hospital do Andaraí, no Rio de Janeiro, e no novo CTQ do Hospital do Souza Aguiar. Na minha residência em cirurgia plástica, nos anos de 1982 e 1983, fiquei na enfermaria do CTQ da clínica fluminense de Cirurgia Plástica, em Niterói. Desde 2001 sou chefe e coordenador do Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados do Vitória Apart Hospital.


É a primeira vez que faz parte da diretoria da SBQ?

Desde a instalação da SBQ no Espírito Santo sempre fiz parte da diretoria e estou na presidência há dez anos.


O que o motivou a entrar?

Sempre participei ativamente nas atividades sociais e científicas da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), na regional do Espírito Santo, nas diretorias e presidência, e como membro fundador e presidente da cooperativa de cirurgiões plásticos do ES. Vi na nossa regional da SBQ, a necessidade de integrar os serviços de queimados e promover divulgação nas entidades públicas envolvidas. 


O que pretende fazer pelo seu estado enquanto presidente da SBQ regional?

Pretendemos fazer, assim que possível, o Curso Nacional de Normatização de Atendimento ao Queimado (CNNAQ), com a simulação realista expositiva. Já fizemos o CNNAQ na formatação antiga, mas, hoje, o estado tem oito faculdades de medicina e um número muito maior de cursos de enfermagem, portanto é uma grande oportunidade de treinamento e de inclusão e acesso destes profissionais a SBQ. Também, neste momento, estamos evolvidos com a divulgação e prevenção de queimaduras do Junho Laranja.

Outras Notícias

SIG Queimaduras de 17 de julho falará sobre protocolo de sepses no queimado

Peças publicitárias sobre prevenção de queimaduras criadas por alunos da UEL serão usadas pela SBQ

Programação preliminar do XIV Congresso Brasileiro de Queimaduras está disponível no site do evento

Cicatrizes de queimaduras será tema de palestra online nesta quarta-feira (3)

Camp Samba chega à sua 7ª edição nos dias 14 a 17 de julho

Campanha Junho Laranja encerra com engajamento que dá orgulho à SBQ

Atenção com crianças com alguma deficiência deve ser redobrada

SBQ pactua projeto piloto de DDT de queimados na Central de Regulação de Divinópolis

Divinópolis (MG) recebe Curso Nacional de Normatização de Atendimento do Queimado (CNNAQ)

Queimadura em idosos exige cuidado redobrado

Cidades do Brasil incluem o Junho Laranja no calendário oficial de eventos

Campanha Poder da Gentileza da Mölnlycke preza por cuidados gentis no tratamento de feridas por queimaduras

No dia de São João, o alerta é para cuidado com fogueiras, fogos e líquidos quentes

Última semana de junho terá duas lives sobre inovações tecnológicas

Dois presidentes regionais da SBQ são eleitos conselheiros do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito)

Junho Laranja: crianças são as principais vítimas de queimaduras no Brasil

Escoteiros do Brasil aliam-se à SBQ em campanha de prevenção a queimaduras

CBQ 2024: Prorrogado prazo para submissão dos trabalhos

Parceria entre SBQ, Fepecs e Abracopel pretende monitorar dados de queimaduras no Brasil

Médico usou poema para fazer uma das primeiras campanhas de prevenção a queimaduras do Brasil