Queimaduras

Conceito de queimaduras
Queimaduras são feridas traumáticas causadas, na maioria das vezes, por agentes térmicos, químicos, elétricos ou radioativos. Atuam nos tecidos de revestimento do corpo humano, determinando destruição parcial ou total da pele e seus anexos, podendo atingir camadas mais profundas, como tecido celular subcutâneo, músculos, tendões e ossos. As queimaduras são classificadas de acordo com a sua profundidade e tamanho, sendo geralmente mensuradas pelo percentual da superfície corporal acometida.

 

1° GRAU


Também chamada de queimadura superficial, são aquelas que envolvem apenas a epiderme, a camada mais superficial da pele. Os sintomas são intensa dor e vermelhidão local, mas com palidez na pele quando se toca. A lesão da queimadura de 1º grau é seca e não produz bolhas. Geralmente melhoram no intervalo de 3 a 6 dias, podendo descamar e não deixam sequelas.

 

2º GRAU

Atualmente é dividida em 2º grau superficial e 2º grau profundo. A queimadura de 2º grau superficial é aquela que envolve a epiderme e a porção mais superficial da derme. Os sintomas são os mesmos da queimadura de 1º grau, incluindo ainda o aparecimento de bolhas e uma aparência úmida da lesão. A cura é mais demorada podendo levar até 3 semanas, não costuma deixar cicatriz mas o local da lesão pode ser mais claro.

As queimaduras de 2º grau profundas são aquelas que acometem toda a derme, sendo semelhantes às queimaduras de 3º grau. Como há risco de destruição das terminações nervosas da pele, este tipo de queimadura, que é bem mais grave, pode até ser menos doloroso que as queimaduras mais superficiais. As glândulas sudoríparas e os folículos capilares também podem ser destruídos, fazendo com a pele fique seca e perca seus pelos. A cicatrização demora mais que 3 semanas e costuma deixas cicatrizes

 

3º GRAU

Queimaduras profundas que acometem toda a derme e atinge tecidos subcutâneos, com destruição total de nervos, folículos pilosos, glândulas sudoríparas e capilares sanguíneos, podendo inclusive atingir músculos e estruturas ósseas. São lesões esbranquiçadas/acinzentadas, secas, indolores e deformantes que não curam sem apoio cirúrgico, necessitando de enxertos.

Principais agentes causais de queimaduras

• Líquidos superaquecidos
• Combustível
• Chama direta
• Superfície superaquecida
• Eletricidade
• Agentes químicos
• Agentes radioativos
• Radiação solar
• Frio
• Fogos de artifícios

Fontes bibliográficas sugeridas pela SBQ:

Tratado de Queimaduras no Paciente Agudo
Editora Atheneu
Autores: Edmar Maciel Lima Júnior, Flávio Nadruz Novaes, Nelson Sarto Piccolo e Maria Cristina do Valle Freitas Serra.

Tratado de Queimaduras
Editora Atheneu
Autores: Maria Cristina do Valle Freitas Serra e Edmar Maciel Lima Júnior

Queimaduras: Atendimento Pré-Hospitalar
Editora Unisul
Autores: Dilmar Francisco Leonardi e Nazaré Otília Nazário