Público presente III Seminário LAQ e curso CNNAQ realizados em Goiânia corrobora a importância do evento

Publicado em 19 de abril de 2016

Ocorreu em Goiânia, nos dias 15 e 16 de abril, no auditório do Sicoob, o III Seminário da Liga Acadêmica de Queimaduras (LAQ) e curso CNNAQ promovido pela Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ). O evento teve a participação de diversos profissionais na área da saúde que lidam diretamente com o paciente queimado. A mesa de abertura do evento contou com a presença do presidente da SBQ, Dr. Leonardo Rodrigues da Cunha; a vereadora por Goiânia Dr.ª Cristina Lopes; a presidente da Federação Latinoamerica de Queimaduras (FELAQ) Maria Cristina Serra; o membro do conselho vitalício e ex-presidente da SBQ Dr. Flávio Novaes; o representante do Conselho regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 11ª região, o fisioterapeuta Dr. Rogério de Souza; e o representante da cooperativa de crédito Sicoob, Dr. Raimundo Nonato Leite Pinto. Na ocasião, os convidados ratificaram a importância do evento para o estado de Goiás, no que concerna a excelência no atendimento aos pacientes vítimas de queimaduras

O presidente da SBQ teceu elogios à LAQ. “A Liga teve participação ativa na realização do seminário e no curso CNNAQ e, ainda, ajudou na logística. Por estar ligada à universidade, o evento atraiu um público jovem e interessado no estudo da situação da queimadura. Apesar das dificuldades enfrentadas pela SBQ, que é uma entidade não governamental e sem fins lucrativos, os esforços estão sendo recompensados com grandes ganhos, como a vinda desse curso para Goiânia”, comemora Dr. Leonardo.

A presença da vereadora Dra. Cristina Lopes foi lembrada com orgulho pelos participantes da mesa pois, além da sua história de vida que é um exemplo para todos, ela foi a criadora do curso de fisioterapia na Universidade Estadual de Goiás (UEG), e fundadora da LAQ, nessa mesma instituição.

“O compromisso da Sicoob é oferecer eventos desse tipo para que diversos profissionais possam se atualizar e entrar em contato com as discussões no campo da saúde. A instituição construiu dois auditórios amplos e bem equipados para a realização de eventos desse porte com segurança e conforto”, comenta o representando da cooperativa de crédito.

O III Seminário LAQ
A abertura do III Seminário LAQ coube ao Dr. Leonardo Rodrigues com a palestra O perfil do paciente queimado no Brasil. Em sua fala ele explicou as formas de classificação do paciente queimado de acordo com as regras do Ministério da Saúde. O presidente também trouxe dados que ilustram a situação do paciente no país. “Todas as informações estão disponíveis nos sites oficiais dos órgãos governamentais, o que demonstra descaso das entidades competentes em relação a esse tipo de paciente”, afirma.

Outro ponto enfatizado pelo Dr. Leonardo é a defasagem entre a realidade financeira do atendimento aos pacientes queimados e o valor repassado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para as instituições que atendem de forma pública esses pacientes. Todas essas circunstâncias confluiriam para que o país possuísse dados ruins em relação aos resultados do atendimento ao paciente queimado quando que, contraditoriamente, o índice de mortalidade está bem abaixo da média mundial, o que demonstra, segundo Leonardo, a capacidade do profissional da saúde de se esforçar para oferecer o melhor atendimento ao paciente. A palestra ilustrou os ganhos e desafios dos profissionais que tratam do paciente queimado.

A vereadora Dra. Cristina Lopes trouxe um pouco da sua história de vida para elucidar o poder da superação e da persistência. Sua história pessoal demonstra a importância de atender o paciente queimado de forma completa e humana, dando possibilidades, inclusive, para que ele consiga ter uma vida saudável após o tratamento. As outras palestras da noites enfocaram aspectos específicos do atendimento ao paciente vítima de queimadura. A Dra. Maria Cristina, enfocou o atendimento a crianças que sofrem queimaduras, explicando as melhores formas de atendimento e tratamento. O fisioterapeuta Dr. Henrique Zani trouxe os avanços na ventilação mecânica para o atendimento desses pacientes.

O público que compareceu ao III seminário LAQ foi de 85 pessoas entre médicos, enfermeiros e representantes de diversas áreas da saúde. A presença de estudantes e profissionais demonstra a importância de um evento de alto nível para o atendimento do paciente queimado na região de Goiás, que possui dois centros de referência no atendimento.

 

O curso CNNAQ
O curso CNNAQ visa normatizar o atendimento prestados pelos profissionais da saúde que prestam o primeiro atendimento aos pacientes queimados. Realizado em diversas cidades, foi a vez de Goiânia recebe-lo. “As dificuldades foram imensas, mas conseguiram ser superadas pela parceira da SBQ e da LAQ que uniram esforços para conseguir realiza-lo na cidade. Outras gestões pensaram em trazer o evento a Goiânia, sede da SBQ, porém sem sucesso. As dificuldades foram superadas graças ao trabalho árduo”, celebra Dr. Leonardo.

Realizado no dia 16 de abril, o evento contou com a participação de cerca de 100 pessoas, entre médicos, enfermeiros, psicólogos e fisioterapeutas. Dividido em 10 módulos que visaram abranger a totalidade do primeiro atendimento ao paciente queimando, o curso forneceu aos participantes noções elementares para que o atendimento seja uniforme. No módulo prático o Dr. Leonardo e o Dr. Flávio Novaes trouxeram exemplos de casos para discussão. O público participou ativamente das discussões, o que demonstra a efetividade dos módulos precedentes que deram suporte para pensar as formas de tratamento que deviam ser dispensadas em cada caso. Ao final os participantes passaram por uma avaliação para garantir a aquisição do certificado do curso CNNAQ.

Ao término do curso, o Dr. Flávio enalteceu os esforços para a realização do evento na cidade e reafirmou a importância de Goiânia ser agraciada com uma edição do CNNAQ. “ Aqui, além de ser a sede da SBQ e a região natal do Dr. Leonardo, há importantes centros de tratamento à queimadura no estado”, ressalta Dr. Flávio. O Dr.Leonardo lembrou que apesar das dificuldades de sua gestão, que coincidiram com as crises econômica e política que o país atravessa e que fez com a SBQ perdesse a Petrobras como patrocinadora, a realização do CNNAQ continua acontecendo. “Houve mudanças positivas no atendimento ao queimado em todas as cidades onde já foram realizados o CNNAQ. Com Goiânia, tenho certeza, não será diferente”, acredita.


Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>