Cuidados ao carregar o celular poder evitar incêndios e possíveis queimaduras

Publicado em 22 de janeiro de 2017

É preciso tomar alguns cuidados ao carregar a bateria do celular. Especialistas afirmam que, embora casos com vítimas fatais sejam raros, acidentes como choques e incêndios podem ocorrer. Os motivos principais são falhas na instalação elétrica e “gambiarras”, além de mau uso do carregador.

Carregadores de celular funcionam como um transformador de energia, fazendo com que a corrente seja diminuída ao passar da tomada para o aparelho — os 127 volts da tomada se tornam 5 volts para o celular. Dessa maneira, qualquer falha pode fazer com que o carregador transfira, diretamente, a corrente maior, causando choque ou superaquecimento do celular.

Portanto, o primeiro cuidado dos usuários de celular é “da tomada para dentro”, ou seja, a verificação da instalação elétrica local. Uma revisão da rede interna da casa deve ocorrer no mínimo a cada cinco anos e ser feita por um profissional habilitado.

Cada parte da infraestrutura é importante, e não apenas os disjuntores e tomadas. O correto dimensionamento dos fios, por exemplo, pode evitar seu superaquecimento e ocorrência de incêndios. A instalação da casa deve ter ainda um sistema de aterramento adequadamente projetado. Usar condutor de proteção [fio terra] é a primeira segurança contra choques elétricos

Da tomada para fora

A maioria dos incêndios em residências ocorre pela sobrecarga na instalação elétrica. Um dos “vilões” é o benjamim, acessório multiplicador de tomadas. Cada equipamento a mais ligado àquele ponto onde apenas um era esperado, explica, vai sobrecarregando a tomada e os fios. Se o disjuntor da casa não atuar corretamente, aquele ponto vai superaquecer e pode iniciar um incêndio.

Extensões e adaptadores de padrões de tomada também devem ser evitados – bem como gambiarras. Qualquer adaptação é sempre um ponto possível de mau contato. Fios emendados representam riscos, assim como adaptadores e extensões, principalmente aqueles não certificados.

Hábitos perigosos

A segunda etapa para evitar acidentes com o carregador do celular é eliminar algumas práticas arriscadas. Entre elas, pegar o aparelho com a mão molhada enquanto ele está ligado à tomada, pois isso pode ocasionar um choque. Também não é bom deixar o celular carregando na tomada do banheiro enquanto toma banho. Dormir com o celular ligado à tomada oferece risco pequeno, se todos os outros itens de segurança da instalação elétrica foram seguidos. Hoje, quando a bateria chega à carga máxima, o carregador para de mandar energia ao celular, então o risco de acidente é muito pequeno. Ainda assim, ao fazer a recarga é aconselhável não colocar o celular dentro de algum lugar ou em cima de materiais facilmente inflamáveis. Ainda assim, ao fazer a recarga é aconselhável não colocar o celular dentro de algum lugar ou em cima de materiais facilmente inflamáveis.

DICAS DE SEGURANÇA

- Use sempre baterias e carregadores originais da fabricante do celular
- Revise a cada cinco anos a instalação elétrica da sua casa ou escritório
- Evite deixar o celular carregando dentro de gavetas e caixas ou em cima de objetos inflamáveis
- Não toque no celular carregando com as mãos molhadas
- Na hora de plugar o carregador na tomada, não toque nas partes metálica. Isso pode evitar choques
- Evite atender ou fazer ligações enquanto carrega o celular
- Não use benjamins, extensões, adaptadores de tomada e outras “gambiarras” ao carregar o celular
- Não carregue o celular em ambientes com vapor ou risco de molhar (banheiro)
- Não puxe o carregador pelo cabo para tirá-lo da tomada, rompendo fios internos
- Carregadores comprados no exterior podem não ser compatíveis com a rede elétrica brasileira
- Não coloque objetos pesados em cima do cabo do carregador, nem torça demais o item


Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>