A Entidade

A criação do Sistema Integrado de Procedimentos de Alta Complexidade em Queimados (SIPAC/MS) em 1991 pode ser considerada a primeira “faísca” para o surgimento da Sociedade Brasileira de Queimaduras.

Graças ao apoio obtido durante o Congresso Mundial de Queimaduras em Paris, no ano de 1994, é constituída no ano seguinte a Sociedade Brasileira de Queimaduras, uma associação civil, sem fins lucrativos, com os objetivos de promover, encorajar, contribuir e estimular a ciência, o estudo, a pesquisa, a divulgação e a prática do tratamento das queimaduras; promover a conscientização dos aspectos preventivos das queimaduras e divulgar os primeiros-socorros; encorajar a educação em todas as categorias profissionais envolvidas no tratamento e prevenção das queimaduras; facilitar a cooperação e o intercâmbio entre todos os países, fornecendo informações disponíveis, incluindo a afiliação a outras sociedades e organizações internacionais de queimaduras e promover gestões no sentido de transformar o tratamento de queimaduras em especialidade em todas as profissões da área da Saúde que compõem a SBQ, cada qual no seu respectivo órgão de classe e buscando reconhecimento do MEC.

O estatuto da SBQ foi consolidado em 31 de maio de 1996. O I Congresso Brasileiro de Queimaduras foi realizado no ano seguinte, em Goiânia, e tem nova edição a cada dois anos. Outro marco foi a criação da Revista Brasileira de Queimaduras, com tiragem inicial de 2 mil exemplares. Com alto nível científico, a revista tem, no ano 2012, mais de 100 mil acessos / ano através de sua versão na web. O Dia Nacional de Luta contra as Queimaduras, instituído no Brasil em 2009 com ampla participação dos membros da SBQ, também é comemorado justamente na data de fundação da Sociedade, no dia 6 de junho.

 

MENSAGEM DO PRESIDENTE

Meus prezados amigos e minhas prezadas amigas. Tenho a honra em assumir a presidência da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ). Talvez com o mesmo despreparo com que comecei a tratar queimaduras, há cerca de 30 anos. Mas com coragem e propósito, aprendemos no caminho, pois ninguém caminha sozinho, e na presidência da SBQ não será diferente.

A SBQ tem o grande desafio, desde sua fundação, em patrocinar a luta de uma equipe de profissionais de várias especialidades, voluntários e adeptos à causa das queimaduras. No Brasil, assim como em outros lugares do mundo, em países comparáveis ao nosso nível de desenvolvimento, ainda falta muito para vencermos essa batalha.

Buscamos despertar a cultura da prevenção deste acidente que é considerado “o maior trauma ao qual o ser humano pode sobreviver”; evitar que nossas crianças fiquem expostas ao jugo infortúnio da sequela indelével dos inadmissíveis acidentes domésticos; promover melhorias progressivas no tratamento especializado dos nossos centros de tratamento intensivo às vítimas desafortunadamente acometidas pelo trauma das queimaduras; apoiar nossas equipes multiprofissionais com conhecimento, qualificação e capacitação a enfrentar desafios diários e histórias pesarosas em nossos serviços em que dependem enormemente dos nossos profissionais espalhados pelo Brasil.

Como metas estratégicas, a nova diretoria da SBQ tem a atribuição de manter nossa Jornada Brasileira e Congresso Brasileiro, como encontros de rico saber e compartilhamento de experiências profissionais e integrativas. Também queremos fomentar nossa Revista Brasileira de Queimaduras, que apesar das dificuldades do mercado editorial e nossos parcos recursos, tem se revelado com forte expressão em citações acadêmicas e única representante brasileira específica em queimaduras.

Nos próximos anos almejaremos a aproximação dos nossos serviços de queimaduras, buscando mais uniformidade de protocolos de tratamento e apoiá-los no desenvolvimento regional a partir de experiências validadas. Nós estimularemos e promoveremos a força do nosso voluntariado distribuídos em várias associações, ONGs ou grupos com propósitos semelhantes. Buscaremos melhor alinhamento com a rede de urgências integradas às políticas do Sistema Único de Saúde (SUS) para garantir universalidade e integralidade, com ordenamento regulamentado desde os anos 2000 pelo Ministério da Saúde.

Temos uma agenda grande e ousada para uma sociedade modesta em estrutura, mas com grande propósito voluntário de seus membros. Que não nos falte motivação, força e ânimo para cumprirmos essa missão.

Dr. José Adorno
Presidente da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ)